Atendimento: 0800 - 970 - 9196 Deficiente Auditivo e de fala: 0800-727-2299

Consumo

PEE


PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

EMPRESA LUZ E FORÇA SANTA MARIA S/A

 

Projeto de Eficiência Energética (PEE) – Geração Distribuída


A Santa Maria deu início, em dezembro/2015, ao Projeto de Eficiência Energética – PEE tendo como público-alvo o consumidor residencial baixa renda. Esse Projeto prevê a instalação de 250 (duzentos e cinquenta) kits SFCR de sistemas fotovoltaicos no município de Colatina, ES, e a substituição de 16.000 (dezesseis mil) lâmpadas incandescentes por LED, em aproximadamente 4.000 unidades consumidoras localizadas nos 11 (onze) municípios de sua área de concessão. 

Os sistemas de geração distribuída terão o microinversor conectado diretamente abaixo do módulo fotovoltaico e as lâmpadas LED serão de 9W e 10W. 

O Projeto, com recursos do Programa de Eficiência Energética visa a promover a eficientização no segmento residencial baixa renda, na busca da conscientização dos consumidores para o uso correto e seguro da energia elétrica e a importância da utilização de fontes renováveis de energia, no caso, a energia solar. 

O sistema piloto de geração fotovoltaica instalado, composto por duas placas de 250 Wpico/cada, mostrou-se promissor, com uma geração mensal média de 68 kWh/mês, correspondente a mais de 47% do consumo mensal de uma unidade consumidora residencial baixa renda.

O Projeto também prevê a capacitação de 08 (oito) a 12 (doze) profissionais da área de energia elétrica, residentes preferencialmente nos bairros onde serão instalados os kits. Deverão ter certificação nos cursos de NR10 e NR35, além de treinamento específico acerca da montagem e manutenção dos kits, possibilitando a esses profissionais qualificação para a realização de futuras manutenções locais a preço de mercado, acessíveis aos consumidores beneficiados. As manutenções preventiva e corretiva concorrerão para a obtenção de melhores resultados energéticos do sistema implementado.

 

Foto 1 - Local de instalação do sistema de geração fotovoltaico piloto

Foto 2 – Placas da geração fotovoltaica do projeto piloto

 

Projeto Baixa Renda I – BR I 

Objetivo: Proporcionar a redução do consumo de energia elétrica, principalmente no horário de ponta, através da troca de refrigeradores antigos e de alto consumo, por outros mais econômicos, atuando ainda na conscientização quanto à importância do uso eficiente da energia elétrica.

Período de execução: 2009 a 2010

Abrangência: Foram atendidos consumidores em quase todos os bairros do município de Colatina/ES, havendo uma maior concentração nos bairros Ayrton Senna, Operários e proximidades e Barbados.

Impactos sociais e ambientais: Com a redução de demanda, principalmente no horário de ponta, em que há a maior solicitação de carga na rede elétrica, tende-se a reduzir os impactos socioambientais causados pela necessidade de se expandir a geração de energia elétrica. A substituição dos equipamentos ainda atendeu às necessidades sociais, pois proporcionou, a uma parcela carente da sociedade, o acesso a um equipamento novo e de qualidade.

Energia economizada (MWh/ano): 240,55
Demanda evitada (kW): 27,46
Investimento realizado: R$ 309.628,09
Custo da energia economizada (R$/MWh): 173,51
Custo da demanda evitada (R$/kW): 1.001,42
Relação custo benefício – RCB: 0,61
Situação do projeto: Concluído
 


Eficiência Energética em instalações elevatórias e de tratamento de água do SANEAR

Objetivo: Visando atingir toda a sociedade colatinense e dos distritos em redor, foi realizado este projeto de Eficiência Energética no SANEAR – SERVIÇO COLATINENSE DE MEIO AMBIENTE E SANAMENTO AMBIENTAL, responsável pelo saneamento básico e tratamento de água do município de Colatina/ES e arredores. Através deste projeto foram substituídos equipamentos moto-bombas instalados em estações elevatórias e de tratamento de água, propiciando maior eficiência na prestação do serviço e no consumo de energia elétrica, considerando que os equipamentos retirados eram antigos e de baixo rendimento.

Período de execução: 2009 a 2010

Abrangência: Município de Colatina e distritos próximos.

Impactos sociais e ambientais: Considerando que a demanda por água é constante, principalmente no período de ponta da Concessionária, quando há a maior solicitação de carga na rede elétrica, as ações de eficiência energética adotadas visam reduzir os impactos socioambientais causados pela necessidade de expansão da geração de energia elétrica. Além disso, o papel social tem sido cumprido, atingindo a maior quantidade de pessoas possível, provendo uma garantia maior no abastecimento de água da região.

Energia economizada (MWh/ano): 853,96
Demanda evitada (kW): 87,43
Investimento realizado: R$ 404.087,55
Custo da energia economizada (R$/MWh): 173,51
Custo da demanda evitada (R$/kW): 1.001,42
Relação custo benefício – RCB: 0,20
Situação do projeto: Concluído 
 

Projeto Baixa Renda II – BR II

Objetivo: Proporcionar a redução do consumo de energia elétrica, principalmente no horário de ponta, e conscientização do consumidor quanto a importância da utilização correta da energia elétrica. A redução foi propiciada pela troca de refrigeradores antigos e de alto consumo, por outros mais econômicos e ecologicamente corretos, bem como troca de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas – LFC’s e regularização das instalações internas e padrões de entrada.

Período de execução: 2009 a 2010

Abrangência: Foram atendidos consumidores em quase todos os bairros do município de Colatina, havendo uma maior concentração nos bairros Ayrton Senna, Operários e proximidades, Aeroporto e proximidades, dentre outros.
Impactos sociais e ambientais: Com a redução de demanda, principalmente no horário de ponta, em que há a maior solicitação de carga na rede elétrica, tende-se a reduzir os impactos socioambientais causados pela necessidade de se expandir a geração de energia elétrica, em decorrência da ação humana. Os consumidores tiveram acesso à informação relacionada ao uso eficiente da energia elétrica, através de folders explicativos que tinham o objetivo de levar a pessoa a identificar melhorias na utilização da energia elétrica, com fim de preservar o meio ambiente a até mesmo evitar custos, quando há economia na fatura de energia elétrica decorrente de simples ações como evitar deixar lâmpadas acesas e cuidar bem de seus eletrodomésticos.

Energia economizada (MWh/ano): 427,57
Demanda evitada (kW): 73,97
Investimento realizado: R$ 634.678,58
Custo da energia economizada (R$/MWh): 173,51
Custo da demanda evitada (R$/kW): 1.001,42
Relação custo benefício – RCB: 0,65
Situação do projeto: Concluído
 

Projeto em Unidade Industrial

Objetivo: Execução de um contrato de desempenho de forma a proporcionar a redução do consumo de energia elétrica em unidade industrial, localizada no município de Colatina, Estado do Espírito Santo, efetuando a substituição de compressores antigos e ineficientes, por outros novos. Por se tratar de empresa privada, através do contrato de desempenho, a unidade consumidora beneficiada firmou o compromisso de reembolso do capital investido pela Santa Maria, devendo tal valor voltar a compor o saldo de obrigação de investimento no Programa de Eficiência Energética da concessionária.

Período de execução: 2009 a 2012

Abrangência: Unidade industrial sediada no município de Colatina, Estado do Espírito Santo, com atividades desenvolvidas no ramo de frigoríficos.
Impactos sociais e ambientais: Com a redução no consumo de energia elétrica da unidade consumidora industrial, tende-se a reduzir o desperdício de energia elétrica, além de estimular a concretização de projetos realizados através de contratos de desempenho, o que possibilita maiores investimentos para o Programa de Eficiência Energética, considerando que o valor inicialmente investido retorna aos fundos do Programa para aplicação futura. Tais ações acabam por criar novos hábitos e alavancam o desenvolvimento da indústria e, consequentemente, da região onde esta está localizada.

Energia economizada (MWh/ano): 743,00
Demanda evitada (kW):
Custo da energia economizada (R$/MWh): 173,51
Custo da demanda evitada (R$/kW): 1.001,42
Relação custo benefício – RCB: 0,247
Investimento realizado: R$ 510.039,04
Situação do projeto: Concluído
 

Projeto Baixa Renda III – BR III

Objetivo: Proporcionar a redução do consumo de energia elétrica, principalmente no horário de ponta, e conscientização do consumidor quanto a importância da utilização correta da energia elétrica. A redução foi propiciada pela troca de refrigeradores antigos e de alto consumo, por outros mais econômicos e ecologicamente corretos, bem como troca de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas – LFC’s e regularização das instalações internas e padrões de entrada.

Período de execução: 2011 a 2012

Abrangência: Foram atendidos consumidores em quase todos os bairros do município de Colatina, não havendo distinção dentre os mesmos. Todas as unidades consumidoras – UC’s possuem cadastro social.
Impactos sociais e ambientais: Com a redução de demanda, principalmente no horário de ponta, em que há a maior solicitação de carga na rede elétrica, tende-se a reduzir os impactos socioambientais causados pela necessidade de se expandir a geração de energia elétrica, em decorrência da ação humana. Os consumidores tiveram acesso à informação relacionada ao uso eficiente da energia elétrica, através de folders explicativos que tinham o objetivo de levar a pessoa a identificar melhorias na utilização da energia elétrica, com fim de preservar o meio ambiente a até mesmo evitar custos, quando há economia na fatura de energia elétrica decorrente de simples ações como evitar deixar lâmpadas acesas e cuidar bem de seus eletrodomésticos.

Energia economizada (MWh/ano): 823,99
Demanda evitada (kW): 276,72
Custo da energia economizada (R$/MWh): 213,77
Custo da demanda evitada (R$/kW): 1.059,14
Relação custo benefício – RCB: 0,314
Investimento realizado: R$ 909.138,76
Situação do projeto: Concluído
 

Projeto Residencial I – RES I

Objetivo: Proporcionar a redução do consumo de energia elétrica, principalmente no horário de ponta, conscientizando o consumidor da importância da utilização correta da energia. A redução será propiciada pela troca de refrigeradores antigos e de alto consumo, por outros mais econômicos e ecologicamente corretos, bem como troca de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas – LFC’s.

Período de execução: 2012 a 2013

Abrangência: Estão sendo atendidos consumidores da região norte e centro-norte do município de Colatina, Estado do Espírito Santo. Este projeto visa atender aos consumidores da classe Residencial, excetuando-se os classificados como baixa renda, que são atendidos através de projeto específico.
Impactos sociais e ambientais: Com a redução de demanda, principalmente no horário de ponta, em que há a maior solicitação de carga na rede elétrica, tende-se a reduzir os impactos socioambientais causados pela necessidade de se expandir a geração de energia elétrica, em decorrência da ação humana.

Energia economizada (MWh/ano): 476,54
Demanda evitada (kW): 147,72
Custo da energia economizada (R$/MWh): 228,38
Custo da demanda evitada (R$/kW): 1.059,14
Relação custo benefício – RCB: 0,422
Investimento realizado: R$ 628.384,33
Situação do projeto: Concluído
 

Projeto Baixa Renda IV – BR IV

Objetivo: Proporcionar a redução do consumo de energia elétrica, principalmente no horário de ponta, conscientizando o consumidor da importância da utilização correta da energia. A redução será propiciada pela troca de refrigeradores antigos e de alto consumo, por outros mais econômicos e ecologicamente corretos, bem como troca de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas – LFC’s.

Período de execução: 2012 a 2013

Abrangência: Estão sendo atendidos consumidores da região norte e noroeste do Estado do Espírito Santo, mais especificamente os municípios de São Gabriel da Palha e Colatina. Todas as Unidades Consumidoras – UC’s possuem cadastro de baixa renda.
Impactos sociais e ambientais: Com a redução de demanda, principalmente no horário de ponta, em que há a maior solicitação de carga na rede elétrica, tende-se a reduzir os impactos socioambientais causados pela necessidade de se expandir a geração de energia elétrica, em decorrência da ação humana.

Energia economizada (MWh/ano): 478,663
Demanda evitada (kW): 135,19
Custo da energia economizada (R$/MWh): 228,38
Custo da demanda evitada (R$/kW): 1.059,14
Relação custo benefício – RCB: 0,386
Investimento realizado: R$ 613.449,34
Situação do projeto: Concluído 

 

Recursos Humanos

Responsável técnico: Alexsandre Leite Ferreira
Departamento de Engenharia
(27) 2101 – 2323
alexferreira@elfsm.com.br
Responsável técnico substituto: Paulo Cesar Arpini
Departamento de Engenharia
(27) 2101 – 2323
pcarpini@elfsm.com.br